Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

A vida eterna, cibernética ou em glória? 

Hoje a ciência humana avança a largos passos e isso engrandece o homem que embriagado em sua grandeza, nem se apercebe que está apenas  cumprindo a profecia do livro de Daniel em Dn 12: 4. É necessário que a ciência se desenvolva muito e se multiplique  para que o fim venha e já está próximo.

Com o desenvolvimento tecnológico da  eletrônica a nano tecnologia,  a internet a nuvem e a impressão em três D, e 5D, quase tudo se tornou possível na ciência, e o homem se sente agora como se fosse um deus. Hoje já se pode planejar para o futuro o chamado ciborg, ou biocib, ou que nome se queira dar ao homem mecanizado e eletrônico,  que será um misto de orgânico e eletrônico ou até  somente um ser robotizado.  Já se planeja fazer até um cérebro em “três d” para se acrescentar a esse protótipo do futuro.  

Quanto ao tal biológico/eletrônico, até onde manteria nele  uma alma ao serem substituídos os seus órgãos?  Já o somente cibernético terá a vida eterna como qualquer máquina pode ter, e nada mais terá a ver com o homem biológico que o criou,  pois será uma máquina perfeita e até com emoções, embora  programadas, mas apenas uma máquina e nada mais. Será que almejamos ser  seres ciberneticamente eternos?  Entre ser uma máquina eterna e ser um homem orgânico eterno, mil vezes fico com a segunda opção, pois ter um cérebro perfeito e raciocinar, e para o orgânico uma qualidade um  grande atributo, e para o eletrônico só uma enfadonha tarefa e continua obrigação tão perfeita quanto enfadonha. . Creio que o ser mecanizado será como um homem,  fará tudo com perfeição e imitará o ser humano em tudo, mas sem uma alma  será muito mais semelhante a um zumbi inteligente e sem emoções, e estará a anos luz da perfeição do imperfeito ser que o criou, e era cheio de emoção, alma e de espírito.    .

Não haverá nenhuma diferença entre um automóvel de última geração eletrônica que sequer precisa de um motorista, e um ser aparentemente humano mais cibernético, ambos serão apenas uma máquina e nada mais, Uma maravilhosa Ferrari sem um motorista humano é uma máquina maravilhosa, mas sem alma, esta faz toda a diferença. Pior ainda  se esse ser cibernetizado retiver uma alma humana, que na prática  para ela que era livre, estará aprisionada a uma máquina sem sentimentos e sem emoções e que sequer tem paladar para fazer o que o ser humano mais gosta que é uma coisa primaria como  saborear, comer. Essa máquina  pode ser programada para imitar tudo isso  de forma perfeita, mas o ser humano chora  quando não quer chorar e ri quando não quer  sorrir, pois é emocional e portanto, este será o supremo engano da criação, o próprio homem em sua presunção, construíra o próprio  inferno no qual se enfiou e se eternizará de forma irreversível e enfadonhamente. Que triste destino seria esse.   

Já os que ingenuamente receberam a Jesus Cristo e sua salvação e se convertem e nascem de novo, e creem na redenção do corpo, e recebem a vida eterna, Rm 8: 1 e 23, e terão  corpos perfeitos e eternos para a morada de suas almas no céu onde mantendo todas as características humanas e inerentes recebidas de Deus, com Ele habitarão para sempre e eternamente em plenitude de vida e de alegria e felicidade, não programada e nem cibernética, mas humana e gloriosa , 1 Ts 4: 13 a 18 , 1Co 15: 50  a  58  e Ap 21: 1 a  3, pois tinham os seus nomes  inscritos no livro da vida do Cordeiro Ap 22: 27,                                                                          Viverão na cidade celestial com Deus e Cristo, para a qual  as nações trarão a sua glória, conforme está em Ap 21; 24. Os salvos em Cristo darão eternamente glórias a Deus nos céus com toda alegria e com toda a liberdade própria de um ser humano agora glorificado e eterno em Cristo. . .

Fica a pergunta : seres cibernéticos teriam  fé e poderiam dar  glória a Deus espontaneamente?

cláudio pinto pr

Pense: “Entre ser uma máquina perfeita e um ser humano perfeito,  pelo meu livre arbítrio já escolhi:  fico com Jesus Cristo o varão perfeito e seu plano e sua glória eterna”. Amém         Nábulus, pensador cristão             

Read Full Post »

O poder do som

A Bíblia diz: Ez 28: 13 – quando o querubim ungido para proteger foi criado, diz no final do verso: “a obra dos teus tambores e dos teus pífaros estavam em ti no dia em que foste criado foram preparados”, e no verso 12 ele é chamado como o “aferidor da medida”, cheio de sabedoria e perfeito em formosura.  Conversando com um músico cristão, ele me disse que em uma orquestra o diapasão afere a medida da orquestra, emite uma nota sob a qual todos tocarão e estarão em total harmonia e a música fluirá, agradavelmente. Por que esse querubim era chamado como o aferidor da medida? Ele regia a orquestra universal que move o  universo?.  

Portanto, a Bíblia fala do poder do som, e revela no salmo 19: “Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra de suas mãos; um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite; sem linguagem e sem fala ouvem-se as suas vozes”. Que mistério, qual é a linguagem que rege o universo? Cientistas já gravaram o som que astros e estrelas produzem, e é um som com uma frequência cadenciada e harmônica e até já transformada  em música. . Seria o universo administrado pelo melodioso som musical? O canto e algo presente em toda a Bíblia nos céus e na terra,

Imagine agora, alguém que com um diapasão produza um som cuja frequência tem o condão de tirar o peso de imensas pedras as fazendo flutuar, e ordena a homens que as assentem uma sobre a outra sem deixar nenhum vão. Estes o farão e concluída a obra será perfeita e imensa  como  também  inexplicável. Os homens que a fizeram são os edificadores da obra, e embora a tenham construído nada saberão sob como foi possível edificá-la, foram apenas a mão de obra. Os que produziram o som que  permitiu sua execução perfeita os quais tem o segredo da engenharia que permite a levitação, nada revelam aos construtores. Estes sem entender, os   terão como sendo “deuses”, e passarão a escrever e relatar o que viram contando o feito numa linguagem fantástica, e sem ter nenhum entendimento técnico do que fizeram. Os deuses serão engrandecidos, sua obra testemunhará deles na terra, e aos homens nada foi dado de útil, pois seriam incapazes de replicar tal obra, e seu legado único seria a narrativa mitológica.

Esta é a verdadeira ciência do engano, que ensina sem nada ensinar, e deixa monumentos que só se prestam a ativar a elucubração humana, sem nada acrescentar de produtivo. Servem para gerar milhares de perguntas e milhares de respostas, que a nada levam de prático e se constituem na verdade em pura especulação e vaidade. Se enquadra na  chamada cultura inútil, que edifica sem edificar os edificadores.

A Bíblia diz que no final muitos correrão de um  lado para outro e que a ciência se multiplicaria Dn 12: 4, e isto é o que ocorre hoje claramente a quem quiser ver. De nada vale se escrever livros e mais livros com teorias milenares, que só serão discernidas quando os homens a descobrirem por si mesmo, após estar a milênios ocultas. Melhor se escrever pouco e se ensinar muito como faz a Bíblia e está em Dn 12: 10, de forma clara a que quiser entender: “Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados; mas os ímpios procederão impiamente, e nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão”.  

Cláudio pinto

Pense: “E se alguém de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus que a todos dá liberalmente, e não o lança em rosto, e ser-lhe-á dada”.                   

Read Full Post »

Homens especiais

Homens especiais

Dizem haver homens especiais, veja  Rm 2: 11, que são usados por seres de outras dimensões,  seres alienígenas, espíritos, ou seja lá o que for que os ensinam, os instruem, adestram e até incutem  conhecimento em suas mentes para que poeticamente ajudem a humanidade. E todos os sábios e todos os gênios da terra, estão incluídos nessa esfera superior que tem como alvo o  propósito sublime de beneficiar e elevar o desenvolvimento da humanidade.

Partindo dessa premissa ingênua, a nossa sabedoria é monitorada initerruptamente por outros  seres que de alguma forma querem nos emancipar e nenhum  progresso foi conseguido entre nós que fosse fruto de nós mesmos. Todos os grandes nomes em todas as áreas de nossa cultura são pessoas que em algum momento foram visitados por outras inteligências, exceto os grandes facínoras e os que claramente se dedicaram embora de forma genial a serem maléficos e degenerados, esses são frutos de nosso meio sem nenhuma influência exterior. Os que assim pensam demonstram o sútil  menosprezo  que sentem pela humanidade.  

Se aceitamos isso, ou somos mesmo seres inferiores, ou ao menos nos conceituamos como tal, ou seja, incapazes de por nós mesmos conseguirmos qualquer coisa que possa ser elogiada sem ter o dedinho de um extra terrestre  a influenciar com sua suposta benevolência.   Nesse afã, os que assim pensam,  citam homens que conseguiram feitos extraordinários como um homem que nos EUA, na Florida,  construiu um jardim onde empilhava pedras colossais em esculturas de forma inexplicável, e dizia ter descoberto o segredo antigo  da construção das pirâmides, fato  que se  compartilhado seria um grande salto para  a humanidade. Porém,  ele se esqueceu disso e morreu sem revelar os seus segredos a quem quer que seja, e perdeu a chance de ajudar a humanidade a progredir, e levou ao morrer o conhecimento que recebeu para a cova com ele infelizmente. Nunca presumiu sequer quantas mortes poderia ter ajudado a evitar, se apenas revelasse o seu segredo, escolheu levá-lo inutilmente para a cova.

Outros aprenderam em visões fantásticas a matemática, adentrando os arquivos acáxicos e dele trazendo equações nem imaginadas entre nós, as quais ficaram por séculos sem ser entendidas, e que agora se revelam como verdadeiras, o que nos leva a questionar, se somos tão inaptos a aprender ou se talvez, nossos mestres nos saibam exatamente o momento de trazer determinados ensinamentos, os fazendo extemporaneamente. Do sábio se espera que ao menos saiba o que é útil ensinar e no momento certo para que o aluno possa fazer bom uso do que aprendeu  e não  para ficar registrado como sendo um enigma inútil a humanidade que só serve para devaneios e elucubrações de sonhadores.

Na prática, temos que voltar ao texto bíblico no qual se revela estar o homem caído, seja ele um gênio ou um  miserável e assim sujeito ao mal pelo pecado. Os sábios ignoram ou quando interessa interpretam e manipulam os seus textos para provar suas teses. Veja que o ensino da  matemática que segundo so sábios foi revelada aos sábios humanos em secreto, foi usada para desenvolver a energia atômica, a qual dizem, agora preocupa os tais mestres alienígenas,  os mesmos que a ensinaram ao homem, vejam a ironia do ensino, ou alguém está laborando em lauto engano. Também querem que voltemos ao espaço e nos ensinaram como fazer isso aos instruindo nossos sábios a construírem foguetes que passaram antes pelos abomináveis e destrutivos e mortais foguetes v2, usados na segunda guerra mundial.         

Como seres tão superiores podem ser tão contraditórios e inconsequentes, e querendo o nosso bem produzem de continho o nosso mal?  Ou será que ignoram o que diz a Bíblia e por desconhecimento o fazem, nesse caso,  deveriam saber que atitude sábia seria prestar mais atenção em seu texto que revela que estão ensinando seres caídos em pecado e dominados pelo mal. Porém, a  pior das hipóteses seria eles serem conscientes do que fazem e serem aliados dos que invadiram o jardim e ajudaram na queda de Adão no pecado.                                                  

Por isso continuo firme a dizer que a Bíblia é o único livro coerente, lógico  e verdadeiro, o único que devemos levar em consideração,  pois nos revela como somos e nos ensina a como sairmos da enrascada em que nos metemos por nossa vontade, dando ouvido a seres malignos que nos trouxeram o mal e a morte, e aceitar a Jesus o Filho do Deus vivo, que nos ama e quer a nossa salvação o qual Deus o Pai enviou  na plenitude dos tempos e  que só nos ensinou o bem e o amor, e que mudou a nossa história sem fazer nenhuma acepção de pessoas. A salvação e para todos, sábios gênios e humildes, sem nenhuma exceção, embora muito mais os humildes e que o aceitem. Mas, a salvação e até para os hereges e descrentes em Deus. 

cláudio pinto pr

Pense: Jesus não faz acepção de pessoas, não invade, não engana, não mente, antes, ensina o bem, ama, cura, livra e salva o perdido, e revela isso a todos e com toda clareza.                                                        Nábulus, pensador cristão      

Read Full Post »

A nova ordem se declara

Vi outro dia um programa de tv que abordada o plano satânico para a humanidade e fiquei feliz por ver que se definiram a favor de quem estão. No programa se cita a Bíblia e o episódio do Éden onde a serpente tenta e derruba o primeiro casal formado para servir a Deus. Ela consegue convencer a Eva que coma da árvore do conhecimento do bem e do mal, e ela crendo que assim poderia superar a seu companheiro Adão, e ser como Deus,  o faz e após o leva a fazer o mesmo e ambos caem da condição de inocência para a de pecadores.

O programa pergunta com ironia: por que Deus queria que o casal fosse inocente como crianças para sempre? E a resposta não dada seria: porque os criou assim e a seu tempo conhecendo somente o bem cresceriam para serem adultos nessa maravilhosa condição e abençoados encheriam a terra (não o mundo),  de filhos abençoados como eles e em harmonia com o Criador. Ao conhecer o mal, o casal se aliou ao que lhe dera tal nefasto conhecimento, a serpente, e se apartou de Deus, e sem arrependimento posterior, foi expulso do jardim para a terra onde Adão fora a princípio formado.

Fora do jardim de Deus e em cumplicidade com a serpente deram origem a primeira família e ao plano maligno que hoje chamamos de mundo, sistema religioso, político, e social vigente. A partir do pecado a humanidade, que descende do casal, tem caminhado na história através de assassinatos, guerras, conflitos, holocaustos, torturas, escravidão, traições, porfias, subtrações, crimes, conspirações, corrupções, mancomunações, exploração, sevícias , pedofilia, contendas, genocídios, extermínios, prostituição, etc. O mundo desde o pecado assim caminha e isso creio responde  por que Deus queria que o casal permanecesse inocente como crianças. A  resposta deve desagradar profundamente aos inconformados adeptos do direito dos humanos em errar e conhecerem  o mal, mesmo sabendo os resultados desastrosos desta infeliz escolha.

Finalmente propõem que Satanás foi vítima de sua imensa benevolência, mal entendida pelos humanos aos quais quis ensinar o caminho do mal, para os civilizar com ministrações como a  astrologia, horoscopia,  maquiagem, magias, feitiços, arte de guerrear, etc. tudo com o fim de ajudá-los a evoluir. Por isso hoje quer se vingar dessa ingratidão da humanidade a destruindo e usando para isso todos os demónios que  por aqui permanecem. Afinal ele só quis civilizar a humanidade a dispondo e preparando para o futuro, e o mundo civilizado e progressista de hoje deve a ele esse avanço historicamente degenerado e altamente destrutivo, impiedoso, criminoso e maligno, mas que nos trouxe até onde hoje chegamos.

Também confessam serem os deuses das mitologias dos diversos povos do passado remoto, sempre o mesmo deus serpente, só que se  manifestando com nomes e formas diferentes, mas tendo sempre as mesmas tendências, planos, caráter e métodos, e acusado segundo eles,  injustamente como sendo um deus mentiroso, por ter ensinado o conhecimento do mal a humanidade, a qual antes só conhecia o bem conforme Gn 1: 30, e eram muito bons.

Se o homem só tivesse o conhecimento do bem seria inocente como uma criança, sem malícia, maldade, vícios, vaidades, soberba, luxurias, iras, contendas, rixas, desejos de poder, vingança, ódio, e anseio em destruir o próximo etc., e estaria em harmonia com Deus. Jesus Cristo veio e como o Filho de Deus, tirou o pecado do mundo para os que se arrependem do mal e o recebem e ensinou o homem a amar a Deus e ao próximo e a fazer bem até mesmo ao inimigo, e a desejar para si mesmos e para todos o perdão e a vida eterna com Deus o Criador nos céus, Jo 3: 16 e 4: 24. Deu sua vida para vencer a morte e seu império Hb 2: 14, e da morte ressuscitou trazendo a vida a todos os que o recebem, esperam e que amam a sua vinda, 2Tm 4: 8. Ora vem, Senhor Jesus, Ap 22: 20.

cláudio pinto pr, servo de Jesus.

Pense: O conhecimento do mal trouxe a morte, o conhecimento do bem trás a vida, Jo 5: 26.   

Read Full Post »

Deus e a natureza

O grande enigma da humanidade é: existe alguma prova visível da existência de Deus?                                                                                                                                                 

O salmo 19: 1 a 3 responde: “Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra de suas mãos; um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite; sem linguagem, sem fala, ouvem-se  ás suas vozes”. 

É impossível se olhar para o céu numa noite limpa e enluarada e não ver nela a presença de uma inteligência criadora que mantenha tudo funcionando em perfeita ordem, que aos nossos olhos transmite absoluta sensação de paz, mesmo sabendo ser o universo um meio dotado de forças violentíssimas e potentemente destruidoras. Na escuridão de um ambiente aparentemente  silencioso e plácido, tudo se move de forma  ruidosa e com velocidades desconcertantes, que os torna uma ameaça constante. As explosões de estrelas colapsando, os raios gama  lançados no espaço a distâncias inimagináveis,  buracos negros sugando tudo ao seu redor  sorrateiramente  como um  inimigo da luz, os meteoros e corpos celestes em continuo movimento, massa coronal sendo liberada, tudo enfim se movendo livre e perigosamente na imensidão do espaço infinito.

Tudo seria um caos absoluto não tivesse alguém controlando todo esse mecanismo para que permaneça em meio a todas as ameaças em perfeito funcionamento como um caos controlado. Quem olhar o firmamento sem nenhum conhecimento destas coisas, se tiver um mínimo de sensibilidade sentirá que ali está a presença de um Deus que controla todas as coisas. Se tiver conhecimento científico muito mais ainda terá motivos para concluir que o acaso não pode criar e nem governar a ordem que reina impedindo o caos total. A cada dia que nasce e se vai, fica evidente a presença de Deus no controle de tudo, a natureza declara essa sabedoria, sem linguagem e sem fala, ouvimos a sua voz e a entendemos com a nossa consciência e sabedoria.

Hoje muitos dizem poder ouvir através da tecnologia o som da explosão do big bang do qual dizem se originou tudo, mas não podem ouvir a voz que diz na Bíblia:  “faça-se a luz”, Podemos aceitar uma explosão universal sem que haja nenhuma causa primordial que justifique o evento como consequência, fato que nega a própria lógica da ciência que declara: que a cada ação corresponde uma reação, na mesma intensidade, mas em sentido contrário, na chamada lei da causalidade, lei que no caso do big bang é desprezada sem uma explicação plausível

O cientista Werner Von Braun, inventor dos foguetes, usados como bombas, v1 e v2, durante a   segunda guerra mundial, e criador de todos os mísseis  balísticos hoje existentes, e que foi quem criou e enviou o saturno V, o maior foguete já construído na terra a Lua, e que morreu lutando contra um câncer aos 65 anos de idade, nunca se declarou crente em Deus ao que se saiba. Dizem até que ele foi orientado por seres alienígenas em suas concepções, como também é dito sobre todos os gênios da humanidade, mas tudo isso ainda é mera suposição, porém é muito curioso que em seu túmulo, segundo os que viram,  não haja nenhum epitáfio marcando a sua genialidade, mas apenas a inscrição do Salmo 91: 1 que diz: “Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obras de suas mãos”.

Pense: “Deus é invisível, mas a sua obra é visível,  até mesmo aos que não creem nele”.

cláudio pinto pr

Pense: “O nada, do nada,  não pode criar tudo, mas o tudo, do nada, pode criar tudo, Deus é o tudo”.                                             Nábulus,  pensador cristão                      

      .  

Read Full Post »

Deus e a natureza

O grande enigma da humanidade é: existe alguma prova visível da existência de Deus?                                                                                                                                                 

O salmo 19: 1 a 3 responde: “Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra de suas mãos; um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite; sem linguagem, sem fala, ouvem-se  ás suas vozes”. 

É impossível se olhar para o céu numa noite limpa e enluarada e não ver nela a presença de uma inteligência criadora que mantenha tudo funcionando em perfeita ordem, que aos nossos olhos transmite absoluta sensação de paz, mesmo sabendo ser o universo um meio dotado de forças violentíssimas e potentemente destruidoras. Na escuridão de um ambiente aparentemente  silencioso e plácido, tudo se move de forma  ruidosa e com velocidades desconcertantes, que os torna uma ameaça constante. As explosões de estrelas colapsando, os raios gama  lançados no espaço a distâncias inimagináveis,  buracos negros sugando tudo ao seu redor  sorrateiramente  como um  inimigo da luz, os meteoros e corpos celestes em continuo movimento, massa coronal sendo liberada, tudo enfim se movendo livre e perigosamente na imensidão do espaço infinito.

Tudo seria um caos absoluto não tivesse alguém controlando todo esse mecanismo para que permaneça em meio a todas as ameaças em perfeito funcionamento como um caos controlado. Quem olhar o firmamento sem nenhum conhecimento destas coisas, se tiver um mínimo de sensibilidade sentirá que ali está a presença de um Deus que controla todas as coisas. Se tiver conhecimento científico muito mais ainda terá motivos para concluir que o acaso não pode criar e nem governar a ordem que reina impedindo o caos total. A cada dia que nasce e se vai, fica evidente a presença de Deus no controle de tudo, a natureza declara essa sabedoria, sem linguagem e sem fala, ouvimos a sua voz e a entendemos com a nossa consciência e sabedoria.

Hoje muitos dizem poder ouvir através da tecnologia o som da explosão do big bang do qual dizem se originou tudo, mas não podem ouvir a voz que diz na Bíblia:  “faça-se a luz”, Podemos aceitar uma explosão universal sem que haja nenhuma causa primordial que justifique o evento como consequência, fato que nega a própria lógica da ciência que declara: que a cada ação corresponde uma reação, na mesma intensidade, mas em sentido contrário, na chamada lei da causalidade, lei que no caso do big bang é desprezada sem uma explicação plausível

O cientista Werner Von Braun, inventor dos foguetes, usados como bombas, v1 e v2, durante a   segunda guerra mundial, e criador de todos os mísseis  balísticos hoje existentes, e que foi quem criou e enviou o saturno V, o maior foguete já construído na terra a Lua, e que morreu lutando contra um câncer aos 65 anos de idade, nunca se declarou crente em Deus ao que se saiba. Dizem até que ele foi orientado por seres alienígenas em suas concepções, como também é dito sobre todos os gênios da humanidade, mas tudo isso ainda é mera suposição, porém é muito curioso que em seu túmulo, segundo os que viram,  não haja nenhum epitáfio marcando a sua genialidade, mas apenas a inscrição do Salmo 91: 1 que diz: “Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obras de suas mãos”.

Pense: “Deus é invisível, mas a sua obra é visível,  até mesmo aos que não creem nele”.

cláudio pinto pr

Pense: “O nada, do nada,  não pode criar tudo, mas o tudo, do nada, pode criar tudo, Deus é o tudo”.                                             Nábulus,  pensador cristão                      

      .  

Read Full Post »

A pálida bolinha

Em que ambiente vivemos, uns dizem ser numa terra plana, outros que é uma terra oca, outros que é uma terra habitada nos subterrâneos por homens formigas, lagartos, por uma civilização anti-diluviana oculta nos polos, que dividimos a terra com seres dimensionais de um universo paralelo, que alienígenas  a compartilham conosco disfarçados, ou ainda com  híbridos indistinguíveis e infiltrados entre nós, enfim , a todo tipo de teoria, conspiração ou elucubração possível envolvendo o nosso globo terrestre.

Num  universo de bilhões de galáxias, com quinquintrilhões de planetas e muitos iguais ao nosso, e num espaço livre de proporções inimagináveis, como informa a  ciência, porque seres de todos os lugares e de todas as espécies  querem ficar amontoados ou  se acotovelando em torno de uma pequenina e pálida bolinha azul,  como disse o iminente astrônomo Carl Sagan. O que não falta no universo é espaço vazio para todos habitarem,  mas parece haver uma fixação em torno de um pequeno planeta que fica num canto insignificante de uma perna perdida de uma galáxia inexpressiva de nome via láctea. Isso equivale a todos na terra quererem habitar a mesma pequena, atrasada, violenta, e fedida área de uma mesma comunidade. É racionalmente inexplicável,  ou será que a água é o maior bem do universo?

A menos que um livro que é desprezado pelos sábios e pouco lido, ou lido sem a devida sabedoria e foco pelos intelectuais, pelos ricos e  poderosos, e até desprezado com sendo uma  meras  fábulas,  esteja absolutamente certo e perfeito em suas revelações e surpreenda a todos.Na verdade, o único livro que dá importância a esta “pálida bolinha” é a Bíblia que a  põe já  em absoluta evidência  na criação a citando em sua primeira linha e primeiro texto. A Bíblia destaca a terra de todos os demais planetas da criação, a citando isoladamente. Na Bíblia a terra é a menina dos olhos de Deus, e Ele não nega isso, Salmo  24:1. Talvez   seja esse o desvendar do grande mistério da    aglomeração ávida em torno da bolinha, ela ser propriedade de  Deus,  e por isso todos a quererem para si, a vendo como a coisa mais importante do universo.  Nesse caso haveria uma profunda decepção e frustração para todos os sábios e entendidos deste mundo e uma confirmação da verdade para os simples, pobres e até  desprezados,  que são  tidos como ignorantes, por sempre terem sempre acreditado na Bíblia como sendo a única verdade. Na Bíblia a pálida bolinha é uma pérola inigualável girando solta na imensidão do espaço. 

Na verdade,  onde esta a água estão todos os sedentos, onde está o néctar também estarão   os insetos, onde está a luz estão as mariposas, onde está o ouro ali estão todos os ladrões e os cobiçosos. Todos rodeiam a colmeia, mesmo que nela estejam as iradas abelhas,  por que ali está o nutritivo e saboroso mel.  Só se busca e se corre risco por aquilo que tem muito valor e que é preciosíssimo.

Que bom se só estivessem o Deus verdadeiro e bíblico nos céus e o homem  restaurado por ele na terra, e que todo o universo ficasse livre para todos os demais. Cremos que no futuro será exatamente assim como a Bíblia afirma em Apocalipse capítulo  21: versos 1 a 3.                                           cláudio pinto pr

Pense: “O problema é que onde está a colmeia com as furiosas abelhas está também o doce mel”. 

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: