Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \30\UTC 2019

AD 4 pre do pas

Eu não sei exatamente qual a idade de nosso planeta e nem o que ocorreu através de sua pré história, se um meteoro extinguiu os dinossauros e se homens conviveram com eles, se houve na terra uma ou muitas civilizações muito mais avançadas do que a de hoje, e mesmo se os extraterrestres nos visitaram no passado e através de sua super tecnologia, interferiram em nosso DNA o alterando como é suposto. Não sei se terráqueos viajaram através da dimensão espaço/tempo e hoje estão retornando do futuro para nos visitarem no presente e nos advertirem sobre o porvir, querendo nos alertar sobre perigos que desconhecemos.

Na verdade, ainda que tudo isso tivesse ocorrido no passado, nada teria nenhuma importância diante do que nos revela a Bíblia sagrada, para o nosso futuro. Deus o Criador revelou o futuro não só da humanidade, como o do próprio planeta terra, e ainda que todo tipo de alienígenas, estejam hoje ocupando parte de nossos oceanos, estejam nos subterrâneos da terra, e ainda em nossa atmosfera, esses invasores talvez dimensionais, nada poderão fazer a não ser se quedar diante do poder do Deus supremo o Todo poderoso, o Deus Criador dos céus e da terra. A supremacia de Deus e tão absoluta que Ele não esconde as suas intenções e planos futuros, sabendo que são imutáveis e que se cumprirão, os revelando na Bíblia para quem quiser tomar conhecimento sejam homens, principados ou potestades, sabendo que mesmo que queiram e tentem, não poderão de forma alguma alterá-los, pois ´Deus é supremo.

O que aconteceu no passado, se é que houve um passado, por mais empolgante, espantoso e intrigante que seja, não tem a mínima importância para nós, embora empolgue os sábios deste mundo, 1Co 1: 19, em nada poderá nos afetar no futuro próximo. O que realmente nos interessa para o futuro, já nos foi revelado por Deus na Bíblia recentemente através de seus profetas, e vai ocorrer em breve. O que é importante já o sabemos, pois está claramente relatado por Deus na Bíblia para nos prevenir e não estarmos desapercebidos, Lc 19: 34 a 36.

Se hoje caminhamos para a hecatombe final, pelo aquecimento global, pelo degelo dos polos, pelo cessar da circulação termo salina, pelo aumento do nível dos oceanos, pelas tempestades progressivas, enchentes, tornados, ciclones, vulcões, terremotos, maremotos ou tsunamis, etc., se somando a isso, pragas e moléstias, todas de volta com seus contágios e mortandade, e as feras do campo que já nos invadem, Mt 24: 7 e 8. Há ainda prenúncios de uma terceira guerra mundial agora atômica. O importante hoje não é saber quem nos visitou no passado distante e nada fez de útil por nós , mas quem mudou a nossa história e poderá nos socorrer e salvar no futuro que é Jesus Cristo, que em breve voltará e estará conosco para sempre conforme dito em Mt 24: 30 e Ap 1: 7. O que nos interessa do passado foi que vindo Jesus, nos salvou, e no futuro e que o mesmo Jesus voltará e nos eternizará. Mas será um tempo de dura verdade para o mundo, mais ligado as fábulas que a verdade, Mt 24: 29 e 30.

Certamente não será os que não nos socorreram no passado, e que nada nos ensinaram para que fossemos uma criação melhor, antes nos instruíram nas artes de guerra e da destruição, nas magias, maquiagens, astrologia, etc. Tudo o que nos ensinaram que aparentemente seria bom, foi para poder nos enganar e manipular minimamente a favor deles. Esse conhecimento nunca trouxe solução para nenhum dos nossos problemas, passados, presentes ou futuros, e só acrescentaram mais confusão a confusão já existente e predominante entre nós.

Mas Deus promete a solução para todos os nossos problemas, e as anuncia antes que venham a ocorrer, num desafio aberto a quem acha que pode impedi-las de se cumprirem. Estão todas narradas na Bíblia sagrada e se cumpriram independente do que se creia tenha ocorrido num suposto passado, pois para Deus o passado e futuro são hoje, pois é eterno e também é o Senhor do tempo.

Ainda que interventores rodeiem a terra na tentativa desesperada de impedir o inevitável por lhes ser contrário, o que está profetizado se cumprirá sem que uma virgula seja mudada, pois Deus é supremo. Somente os descrentes e desprovidos de fé é que recusando a verdade se deixarão envolver pelos sinais do céus e seus enganos, Jr 10: 2, e infelizmente pagarão o preço, se não mudarem deixando a sua incredulidade ainda em tempo, pois passarão o céu e a terra, mas a palavra de Deus não há de passar, Mt 24: 35.

Deus tem um plano perfeito e imutável para o homem já anunciado pelos profetas e que se cumprirá com a volta de Jesus Cristo, que morreu para salvar todos os homens , Jo 3: 16.

Pense: “O passado só tem valor, se acrescentar algo que melhore o futuro”, fora disso será apenas história, curiosa, fútil, mas inútil. Nábulus, pensador cristão

Anúncios

Read Full Post »

Para rir ou chorar?

Todos sabemos ser a Grécia é o berço da cultura ocidental, pois quando Roma a conquistou ficou cativada pelo seu tremendo cabedal cultural, seus costumes e tradições e até pela sua rica mitologia, a qual de pronto assimilou e replicou no panteão dos deuses romanos.

Os gregos dedicavam grande parte de seu tempo, para apreciar e discutir qualquer novidade o que ficou registrado na Bíblia, quando o apóstolo Paulo, um homem letrado, vendo a idolatria da cidade de Atenas, pregava a Jesus na sinagogas e nas praças da cidade. Encontrado ali por alguns filósofos epi cureus e estoicos, foi por eles conduzido ao areópago, para que lhes desse a conhecer essa nova doutrina que pregava. Paulo, observando seus deuses, e vendo que tinham um altar no qual estava escrito “Ao Deus desconhecido”, At 17: 23, decidiu usar de um artifício para os atrair e lhes pregar a salvação, a qual ouviram, até ele citar a ressurreição de Cristo, At 17: 31, alguns escarneceram e outros lhe disseram que se deixasse esse assunto para uma outra oportunidade, At 17: 32. Os sábios consideraram a Paulo como um tolo.

Isto só confirmou que o evangelho ´foge ao entendimento dos sábios e entendidos, dos ricos e poderosos, mas e facilmente assimilado pelos pobres e humildes de coração. O curioso e que a cultura grega era essencialmente “machista”, pois cultuavam “o belo”, ou seja , o masculino, e desprezavam o feminino como inferior. Prova disso são as esculturas gregas enaltecendo os homens. Sócrates , o mais famoso pensador grego, foi quem criou o primeiro conceito de família, onde o Estado deveria ser o responsável pela reprodução, adoção, educação e criação dos filhos, o que hoje é reapresentado como uma “novidade pelos chamados progressistas”. Os gregos viam as mulheres como indispensáveis para a reprodução, porém, desprezíveis e inferiores intelectualmente e inaptas para qualquer inteiração intelectual com os homens.

E contraditório que os que hoje combatem ao machismo, e lutam pela chamada igualdade, e o empoderamento feminino, adotem a doutrina de família dos gregos, que tinham a mulher apenas como útil a reprodução, isso quando tida por apta para tal função, apenas hoje com uma nova roupagem e pior, confeccionada por uma mulher. Ao adotar a ideologia de gênero similar a que Sócrates queria implantar na Grécia antiga, confirma o também “velho ditado”: “o tempo é o senhor da verdade”, e só o tempo vai dar a resposta a práticas que vem desde os primórdios da humanidade, e que rejeitadas e reprovadas no passado como impróprias, retornem sempre a pauta, em nova embalagem e como se fossem grandes novidades, como apreciavam os pensadores gregos. Isto é para rir ou chorar? digo, é para orar, a Deus.

cláudio pinto pr

Pense: “A família e o único laço suficientemente forte para deter o homem, sem a família, e só uma questão de tempo para não haver também mais homens”. Nábulus, pensador cristão

Read Full Post »

Os PHD´s - V bl

Confesso que sempre tive muita admiração por homens que estudam a ponto de ostentarem algum título, ainda mais o da nobreza de um “PhD”, apresentado ao lado de sua figura na tela. E sem dúvida uma aura de excelência. Porém, essa admiração as vezes é abalada quando assisto uma série na teve fechada, onde quase todos os participantes do programa ostentam esse pomposo título em suas respectivas áreas, devido a alguns de seus depoimentos.

Percebi que no tocante ao extremo conhecimento humano são irrepreensíveis, porém sendo confrontados com o conhecimento das coisas espirituais falham inexplicavelmente. Me veio então a mente o texto de 1Corintios 1: 19 e 20, onde se lê: “ destruirei a sabedoria dos sábios e aniquilarei a inteligência dos inteligentes. Onde está o sábio? onde está o escriba? onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?”. Deus considera como loucura a sabedoria deste mundo, por impedir que seu detentor possa entender as coisas mais simples e singelas desta vida como as expressadas no texto bíblico, pois estas se discernirem espiritualmente e não pelo intelecto humano.

Como exemplo e sem citar nomes, houve uma caso em que um dos Ph.D´s, leu o seguinte texto bíblico: “Mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás”. E após ler este texto tão simples e claro, com um ar misto de extrema sabedoria e irônica suspeita perguntou: “Porque Deus não queria que o homem adquirisse o conhecimento?” ora, a resposta estava absolutamente clara no texto lido, era porque isto lhe traria a morte, a qual Deus não queria que o atingisse e o que acabou por acontecer conforme Gn 3: 6 e Rm 5: 12. Deus sabia que tal conhecimento do mal só poderia acrescentar ao homem uma coisa: a morte. Por isso não queria que o homem dela comesse. Na minha simplicidade lembrei que, a Bíblia não se lê só com a mente, mas também com o Espírito, não é um livro de fábulas, mas é a palavra de Deus dada aos homens.

Outra pergunta bizarra foi a feita após ler o texto de Gn 2: 9 que diz: “E o Senhor Deus fez brotar da terra toda árvore agradável a vista, e boa para comida: e a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore da ciência do bem e do mal”. E com sarcasmo pergunta: Porque Deus não queria que o homem comesse da árvore da ciência do bem e do mal? na pergunta embutida a mesma suspeita revelada pela serpente, em Gn 3: 4 e 5, de que Deus não queria que o homem se tornasse sábio como Ele ao conhecer o bem e o mal. Ora, Deus permitia que se comesse de todas ás árvores, que eram muitas, e todas boas para ver e se comer, e benéficas , só vetava uma árvore por ser nociva ao homem. A pergunta deveria ser: “porque diante de tantas , boas e frutíferas árvores dadas por Deus para que delas comesse, o homem queria comer somente da única que lhe era vetada por Deus, e isto por lhe ser advertidamente maligna?

A questão deveria ser: “Se não se podia comer dela porque estava no jardim?” Era para que Deus pudesse provar a obediência do ser que criara quando esse fosse tentado a desobedecê-lo. Além do mais, o bem o homem já possuía, foi criado muito bom, veja Gn 1: 31, e comendo da tal árvore, só adquiriria o mal que o degeneraria e Deus não queria isso. Na verdade, outra vez a bondade de Deus e vista pelo descrente como sendo maldade, provando que, só com a mente espiritual, se entende as coisas do Espírito, conforme diz 1Co 2: 15. Coisas espirituais só se discernem espiritualmente. A letra mata e o Espírito vivifica 2Co 3: 6b.

É intrigante, e creio que porque estas se discernem espiritualmente e não intelectualmente e que estas coisas ocorrem, conforme diz 1Co 2: 13 e 14. Para se entender a Bíblia é preciso ter além de sabedoria que discerne os fatos históricos, também ter a mente de Cristo, citada em de 1Co 2: 16b, a qual todo o convertido a Cristo, mesmo o inculto, pela graça tem. Ocorre ainda, a citação de textos da tradição judaica como sendo parte do cânone bíblico.

Quanto a mim que apenas faço parte das coisas loucas, fracas, vis e desprezíveis deste mundo conforme está em 1Co 2: 27 a 29, e como PhD não passo de um “pequeno homem de Deus”, creio que a sabedoria consiste em sabermos mensurar onde está o limite para se exercitar com zelo a sabedoria, sem nos expormos naquilo que, talvez não saibamos com exelencia. cláudio pinto pr

Pense: “O limite entre a extrema sabedoria e a insanidade e tênue, e bem menor do que a nossa inteligência possa supor” Nábulus, pensador cristão

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: