Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \30\UTC 2018

A carne e o sangue

INSPIRAÇÃO az am

“E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herda a incorrupção”, 1Co 15: 50”.

O reino de Deus hoje não é deste mundo disse Jesus a Pilatos em Jo 18: 36. Como o reino foi rejeitado na terra pelos que deveriam recebê-lo, e seu rei, Jesus Cristo, foi morto e ressuscitou e subiu aos céus, na graça o reino passou a ser do céu e não mais da terra. Assim a carne e o sangue hoje, na graça, não podem herdar o reino de Deus, e qualquer que quiser ser do reino necessitará ressuscitar e nascer de novo da água e do Espírito, Jo 3: 5, e ao final ser transformado em corpo para herdar o reino dos céus onde a carne e o sangue não entram.

Essa transformação começa quando alguém em carne, se converte a Cristo e nasce de novo da água e do Espirito no batismo e se reveste de Cristo como nova criatura e se torna ressurreto ainda na mesma carne; ainda que morra fisicamente não mais morrerá eternamente, pois saiu da morte para a vida, conforme Jo 5: 24.

Se morrer fisicamente, sucederá o que está em Jo 11: 25, despertará da morte antes que os vivos no Senhor sejam transformados, e receberá o seu corpo glorioso no dia da primeira ressurreição conforme 1Ts 4: 13 a 18. Após, subira pelos ares a encontrar o seu Senhor nas nuvens e estará para sempre com Ele. Para poder ir para o céu é preciso ter um corpo glorioso e celestial como para viver na terra é preciso ter um corpo físico. Até mesmo Jesus para nascer na terra, sendo Deus, precisou de um corpo físico, carne e sangue, pois aqui é um reino material. Assim, teremos que ter um corpo glorioso semelhante ao de Jesus após a sua ressurreição para viver num reino espiritual, o reino dos céus eterno de Ap 21: 3.

Na transformação de Rm 12:2, se iniciou o processo que esta em 2Co 3: 18 que diz: “Mas todos nós com a cara descoberta, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor”. A cada dia que passa o convertido vai se aperfeiçoando para um dia ao deixar o corpo físico, ser glorioso como o seu Senhor, passando a ter a imagem e semelhança dele o Senhor que o recriou para ser conforme Gn 1: 27. Com seu corpo glorioso estará apto para reinar no milênio com Cristo conforme Ap 20:6, e para habitar o reino do céu eternamente.

Creio que podemos entender o porquê de o sangue e a carne não poderem herdar o reino de Deus que é do céu? Receba a Jesus hoje e seja ressurreto e transformado.

Pense: “O maior milionário da terra pode comprar o mundo, mas não pode comprar um corpo glorioso e eterno para si, tem que recebê-lo de graça de Jesus, Sl 49: 6 a 8 e Mc 8: 36 e 37.

cláudio pinto pr

Anúncios

Read Full Post »

Bal bl SH8 V 

O grande temor do ser humano, embora ele não diga, é o juízo final, o dia da prestação de contas diante do Criador. O homem aceita qualquer religião, desde que não contenha a condição de um “juízo” ao final. O homem detesta essa ideia pois, ninguém quer ter que prestar contas daquilo que fez. E nós como cristãos, devemos temer o juízo final ou não?

O texto de Rm 8: 1 e 2 , afirma não haver nenhuma condenação para os que estão em Cristo Jesus. Porém, há uma condição, não andar segundo a carne, mas andar segundo o Espírito é sendo assim, resta saber o que significa andar segundo o Espírito. Tomemos como exemplo a Jesus, que até os trinta anos tinha um objetivo que era cumprir a lei, conforme Mt 5: 17 e 18 e que ao completar a maior idade judaica, se apresentou a João para se batizar nas águas como orienta Jo 3: 5. No ato, em Mt 3: 13 a 17, o céu se abriu e o Espírito em forma de pomba, desceu sobre Jesus, que a seguir ele foi declarado por Deus como sendo seu Filho no qual o Pai sentia grande prazer,

Aqui se cumpria o que Jesus anunciou em Jo 4: 19 a 24, ele é o primeiro adorador espiritual. Nele e residente agora o Espírito Santo de Deus, é um homem espiritual conforme 1Co 2: 13 a 15. Veja que Jesus é levado a seguir para o deserto para ser tentado por satanás, pelo Espírito, conforme diz Mt 4: 1 e Rm 8: 14. E todos os que são guiados pelo Espírito, também são filhos de Deus em Jesus, o qual agora estava no Espirito de vida e não mais na lei do pecado e da morte, a qual cumpriu plenamente.

Ora, o que é dirigido pelo Espírito vive e anda segundo este mesmo Espírito e não se deixa dirigir pela vontade da carne como o fazem os homens naturais, e sabemos que todos os que são guiados pelo Espírito de Deus estes são filhos de Deus, pois não receberam o espírito de escravidão para outra vez estrarem em temor, mas receberam o espírito de adoção de filhos, pelo qual podem clamar “aba Pai”. E o mesmo Espírito testifica com o seu espírito que são filhos de Deus Rm 8: 14 a 16. Assim é o andar segundo o espírito.

Como Jesus foi constituído pelo Pai como juiz de vivos e de mortos, conforme At 10: 42 e tem em si todo o juízo, Jo 5: 22 e 27, e é também o nosso advogado como diz 1Jo 2: 1 e 2, quem nos acusará diante dele? Ele é o nosso Salvador e nosso juiz e o nosso advogado, por isso não há acusação contra nós, pois quem intentará acusação contra nós? veja Rm 8: 33 e 34.

Os salvos por Jesus compareceremos diante do tribunal de Cristo, 1Co 3: 12 a 15, onde não há condenação, 2Co 5: 10, mas onde serão julgados não os salvos, mas as suas obras como crentes, para que recebam ou não, segundo suas obras, o devido galardão.

Cláudio pinto pr

Pense: “Se o Juiz que me julga é também meu advogado, me justificará e não serei julgado, serei porém, por Ele avaliado e pesado”. Nábulus, pensador cristão.

Read Full Post »

Os humanos

Marta SH V

A Bíblia narra em Gênesis à criação de um homem citado em dois capítulos desse livro. O nome dado pelo seu Criador, Deus, foi “Adão que significa humano”, ou coletivamente “humanidade”. Adão foi o primeiro exemplar dessa nova raça, da qual ele é a raiz, e que foi inédita, e que permanece até hoje.

Isto responde a pergunta: antes de Adão existiam humanos (homens) na terra? Não, pois Adão é o primeiro representante dessa criação. Poderia haver criaturas semelhantes fisicamente a ele, mas não eram humanos, que só vieram a existir com Adão e sua companheira Eva, casal gerador da humanidade.Segundo a ciência revela através do DNA mitocondrial, o qual só a mulher possui, todos os humanos descendem de uma mesma mulher ancestral.

Essa confusão entre ter a forma do homem e ser um humano, tem gerado muitas controvérsias e dúvidas sobre as escrituras sagradas, que são perfeitas em suas narrativas. Até mesmo os que, convertidos, deviam crer e defender o texto, em meio a esta confusão se mostram duvidosos, e não dão a ela a resposta adequada e correta e que convença, o que na verdade e muito desabonador, sem dúvida. Que o mundo não entenda, é natural como diz claramente 1Co 2: 14, mas o homem espiritual tem obrigação de entender tudo, pois tem a mente de Cristo e está apto a discernir, 1Co 2: 16. Não pode aceitar elucubrações e nem deixar se confundir ou envolver por elas, antes ter a resposta precisa e esclarecedora.

O grande erro tem sido se atribuir a tudo o que tem a forma similar à humana o ser também humano. O fato de terem vivido na terra muito antes de Adão e serem criados por Deus, não prova serem eles humanos, pois descendiam de seu ancestral original, que não era a imagem e semelhança de seu Criador, como o era Adão, o primeiro humano. Tinham a forma do homem, mas sem ligações genéticas com os humanos, cujo ancestral único da raça foi Adão, conforme está narrado em Gn 1: 26 a 28 e 2: 7 e 8. Antes de Adão não podiam existir descendentes de Adão.

A Bíblia revela que Deus criou Adão do pó da terra, sem pai e mãe anteriores a ele, mas tinha um Criador que o formou. Esse homem não tinha nenhum ancestral, pois foi tirado da terra e traz em seu corpo o registro dos mesmos elementos químicos pertencentes a ela. Ao morrer seu corpo volta a terra, pois dela foi tirado, Gn 3: 19. Aqui só nos referimos ao homem natural e humano, formado do pó da terra o qual tem a alternativa peculiar de se tornar espiritual, por ter sido criado a imagem e semelhança de seu Criador, e se reconhecendo pecador e caído, pode recuperar a sua condição inicial de Gn 1: 26 a 28, retomando a imagem e semelhança de Deus se tornando eterno em Cristo o Filho de Deus. Conforme Rm 8: 17 e Cl 3:10, ele o pode ser, pois tem de Deus a prerrogativa única da conversão a Cristo. Os demais seres semelhantes aos humanos que povoaram a história, eram somente almas viventes que caminharam nos tempos deixando nele os seus rastros. Passaram por não existir para eles um plano eterno de vida como o tem os humanos.

cláudio pinto pr

Pense: Se você é humano, pode escolher a perdição eterna ou subir ao céu e a salvação eterna, pois a eternidade está em tua essência. Nábulus, pensador cristão

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: