Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \24\UTC 2016

INSPIRAÇÃO

Os seres vertebrado são assim chamados por terem uma estrutura óssea, que dá sustentação ao corpo, a qual chamamos por esqueleto e que poderia ter também o nome de “chassi” como nos carros, pois tem função semelhante.

Interessante é que em quase todos os vertebrados essa estrutura é muito semelhante apresentando algumas adaptações ou variações, próprias ao modo de vida ou ao ambiente em que o animal habita. Ao comentarmos isto não levamos absolutamente em conta a suposta teoria da chamada evolução.

Se observarmos o esqueleto dos vertebrados os colocando na posição ereta como a humana veremos que a semelhança estrutural e grande, todos tem uma cabeça em cima, no meio um tronco onde estão os dois membros superiores e o dois inferiores. Está formação é uma regra que se repete entre os vertebrados.

Ocorrem nesses animais diferenças como no caso dos macacos que embora andem sobre dois pés, tem uma calda preênsil que os adapta a vida em árvores, já nos monos são apenas um vestígio de calda. Nos quadrupedes sempre aparece a calda, pois a usam como fator de equilíbrio, o mesmo ocorrendo como os que rastejam como os repteis. Mesmo nos peixes que vivem na água, vemos este mesmo princípio estrutural porém, com os membros sendo transformados em nadadeiras e a calda agora funcionando como elemento de propulsão de deslocamento do animal no ambiente aquático em que vive.

Essa repetição para varias espécies prova que essa forma estrutural óssea do esqueleto e perfeita e a mais apropriada para a vida dos vertebrados no planeta, sejam eles do ar, do mar ou da terra.

Se uma fábrica de automóveis fabrica um bom chassi, ela o usa para montar todo um mix de modelos sobre ele, fazendo somente adaptações pontuais, pois será uma garantia de boa qualidade e sucesso desses produtos. Quando se consegue uma solução excelente para uma estrutura de produto essa base passa a ser usada repetidamente, pois ela já está provada e aprovada e isto é racional.

Se Deus criou essa forma de estrutura e a provou e aprovou, não há nenhum espanto em que ela se repetisse durante os milênios, servindo aos mais diversos tipos de animais, com algumas adaptações para as mais diversas atividades e ambientes variados em que vivem, independente de serem eles mais ou menos inteligentes ou racionais e irracionais, pois a forma é somente para o corpo.

A diferença é que Deus ao criar o homem, usou a mesma estrutura óssea já testada e aprovada em toda a sua criação para ser seu corpo, mas o formou a imagem e semelhança de Deus que a difere dos demais animais. A estrutura física é a mesma a intelectual e espiritual não, o homem tem raciocínio, (capacidade de juntar pensamentos), criatividade, (pode transformar o meio ambiente ao redor), arbítrio, (discernimento entre o bem e o mal), tem liberdade de escolha, (livre arbítrio), e pode criar,(transformar os elementos a partir da criação de Deus), isso o tona um ser único na natureza, ainda que hoje caído no pecado e no mal.

Para os que não creem e veem no esqueleto ósseo sinais da chamada evolução, dizemos em relação a semelhança física estrutural com os animais: “Qualquer semelhança física entre o homo sapiens e os irracionais e mera coincidência”.

cláudio pinto pr

Pense: O problema não é existir homens (forma humana) antes de Adão, mas existir o “homo sapiens” antes de Adão. Nábulus, pensador cristão

Read Full Post »

Cor de cam V

“E quando este foi retirado, lhes levantou como rei a Davi, ao qual também deu testemunho, e disse: achei a Davi filho de Jessé, varão conforme o meu coração, que executará toda a minha vontade”.

Sabemos de todas as citações que se faz sobre o rei Davi, principalmente sobre o seu conhecido caso de adultério com Betsabá, e que sobre isso se questiona como pode ser ele um homem conforme o coração de Deus?

O problema é que nos detemos muito mais nos erros que nos acertos de alguém. Se você ouvir dez elogios sobre alguém e uma única crítica negativa, passado algum tempo se lembrará pouco dos dez elogios, mas terá viva na sua mente o defeito citado contra ele. Temos sempre essa tendência negativa em nosso costumes e isso não é diferente em relação a personagens bíblicos como Davi.

Porém Davi, sempre soube o caminho do arrependimento diante de Deus e pagou caro por todos os seus erros como podemos ver nas escrituras. Teve que aceitar a afronta de seu filho Absalão que pretendia tomar o seu trono, viu sua filha Dina ser pejada por seu irmão Amnon, e após, este, ser morto por seu irmão Absalão. Ainda viu Salomão mandar matar ao irmão Adonias por vê-lo como um perigoso rival ao trono. Enfim, viu muito sangue correr ao seu redor e em sua família além de ter que guerrear muitas guerras.

Porém, fez algumas declarações espirituais em tempos da lei que poucos puderam entender e até hoje poucos compreendem, como pedir a Deus que não retirasse dele o seu Espírito Santo, no Sl 51: 11, isto antes que a graça existisse. Porém a passagem entre outras que mais me impressiona e a que está no Salmo 17: 15, pelo seu caráter escatológico, que diz: “Quanto a mim, contemplarei a tua face na justiça; satisfazer-me-ei da tua semelhança quando acordar”.

Vamos tentar entender a sua visão, declarou que contemplaria a face do Senhor na justiça, ou seja, no dia em que estaria diante do Senhor em sua justiça, após, disse que se contentaria em ser semelhante a Jesus, veja 1Jo 3: 2 e 1Co 15: 49, revelando não só crer na ressurreição dos mortos, ainda em tempos do velho testamento, como também cria ou tinha consciência da transformação dos vivos e glorificação dos mortos em Cristo, conforme revelou o apóstolo Paulo em 1Co 15: 51 a 54.

E quando tudo isso aconteceria segundo Davi? Seria no dia em que ele acordasse. Ora, se ele cria que um dia iria dormir o sono da morte, também cria que um dia como está anunciado por Jesus em Jo 5: 28 e 29 e 6: 39, ouviria a voz de Jesus e seria acordado para a ressurreição da vida e a glória e declara que se contentaria muito com tudo isso.

Por ter essa visão espiritual em tempos que não se tinha a presença do Espírito Santo a ensinar e a nos fazer lembrar essas coisas, por já ter essa visão em sua mente que mostrava viver ele em plena sintonia com Deus, e por ter ele recebido essa declaração do Altíssimo, já ficaria claro ter ele também um coração conforme o coração de Deus, para fazer a sua vontade, sem dúvida.

cláudio pinto pr

Pense: “Quantos hoje em tempos de graça, não tem a mesma visão que teve Davi ainda nos tempos da lei”. Nábulus, pensador cristão

Read Full Post »

Ira V  SH8 V

Sempre ouvimos ser mencionada na Bíblia a “ira de Deus”, Jo 3: 36, porém fica a pergunta: se Deus é amor como pode haver nele lugar para a ira? Sabemos que Deus não se explica aos homens nem se preocupa com nossos conceitos sobre suas ações ou personalidade, porém espera que o entendamos.

O que significa a ira de Deus afinal? Vou dar um exemplo: se você tem um cão bravo e o usa para guardar a sua propriedade e vê um ladrão a invadindo, você apenas solta seu cão e ele sabe exatamente o que deve fazer com o invasor. Você conhece a personalidade de teu animal e assim dispõe dela quando tem necessidade. Sabe que ele vai fazer exatamente o que a sua índole canina lhe determinar. Na verdade, você apenas manipula a ferocidade de seu cão.

Deus em sua soberania, também usa até mesmo os inimigos e o mal para lhe servirem, pois conhece a essência e o proceder de todos. Veja que Deus para punir a seu povo Israel usava os Assírios, povo dos mais cruéis que já habitou a terra, Is 7: 18, o qual esfolava a seus adversários vivos e revestia com suas peles as paredes de seus palácios, como advertência e exemplo a quem os desafiasse.

Assim Deus quando quer exercer a ira, apenas usa quem a tem para que o faça. Veja que em Is 9: 5, Deus usa os Assírios como a “vara de sua ira” para punir a seu povo idolatra, desobediente e rebelde. Deus protege a seu povo contra seus inimigos, como eles não entendem e transgridam, Deus solta seus inimigos como cães bravos contra eles. A essa ação corretiva, Deus chama de “executar a sua ira”. O juízo é de Deus, que para punir isso usa a ira dos que a têm.

O diabo é irado e ataca a todos. Deus é soberano e pode dispor até mesmo de seu inimigo de quem conhece o caráter maligno, para cumprir os seus propósitos. Para tal basta que Deus tire a mão daqueles a quem proteja os expondo. O Diabo, irado os vendo vulneráveis, imediatamente os atacará liberando toda a sua índole e saga destruidora. Deus não se une ao maligno para exercitar a sua ira, em sua soberania e instrumentalidade, usa o inimigo para que ele cumpra seus propósitos corretivos.

Deus é amor, mas soberano sobre toda a sua criação, também é justiça e juízo. O Amor inclui o se corrigir ao que se ama, como está em Hb 12: 4 a 11.

cláudio pinto pr

Pense: “Deus é amor para os que o amam, e entrega a ira aos que livremente escolhem serem filhos da ira, 2Ts 2: 8 a 13”

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: