Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \15\UTC 2015

O leproso vivia isolado,  a lei obrigava a que ficasse longe dos demais Dia da B V por ser considerado contaminado e imundo.  Quando alguém se aproximava de um leproso ele tinha que levantar a voz e alertar dizendo: leproso, leproso prevenindo assim o viandante de qualquer contato ou proximidade.

A lepra era uma doença terrível naquele tempo,  era incurável e corrompia externamente o homem deixando-o  com uma aparência pungente, o corrompia até leva-lo a morte, sendo por isso tornada como figura doe pecado. Ora, o leproso muitas vezes até menos pecador do que  muitos  dos demais, apenas  teve a má sorte de se contaminar por tal enfermidade, que era extremamente contagiosa e degeneradora.

A enfermidade física é uma infelicidade sendo resultado do pecado de todos nós, mas a da alma envolve nela o pecado voluntário. A primeira, a física,  pode ser curada por profilaxia, ou remédios, e mesmo  por um milagre, mas a segunda , a da alma, somente com o perdão dos pecados, e isso somente  por  Jesus.

A palavra lepra incluia várias enfermidades da pele diferentes das de hoje, mas eram incurável, nojenta  e contagiosa. Por tudo isso era uma  metáfora viva do pecado no homem.

Ao curar de imediato essa doença que exigia exame e posterior  quarentena recomendada pelo sacerdote em  Lv cap 13 e 14, Jesus revela a essência de seu ministério. Ele curava o corpo eliminando a doença e a alma perdoando o pecado. A cura do corpo sem a cura da alma pode ser feira por homens dedicados a ciência, mas apenas pode prolongar a vida por mais algum tempo sem nada mais acrescentar a ela após, é uma bênção, porém somente  material.

Após a cura Jesus ordena que o agora ex leproso se mostre ao sacerdote,  pois ele era o encarregado de discernir, e determinar a forma de profilaxia possível a cada caso, e ele veria que algo novo havia ocorrido com aquele homem,  através do ministério de Jesus, pois o próprio sacerdote precisava da salvação que só Jesus tinha para dar.

Por isso Jesus instruiu  que o curado apresenta-se a oferta que Moisés determinará na lei, cumprindo assim a lei, conforme  Mt 5: 17 e 18, e testemunhando da sua cura  ao próprio sacerdote.  Diante de Jesus todos os homens são iguais precisando de salvação.

Pense: “Jesus iguala todos os homens, diante dele todos, grandes e pequenos, são apenas pecadores natos e comuns.”                                            Nábulus, pensador cristão.

 

cláudio pinto

Read Full Post »

S a Jesus 200 blAproximou-se de Jesus um escriba, que é um doutor da lei entre os judeus, e  afirmou a Jesus:  “Mestre, onde quer que fores, eu te seguirei” .

Jesus literalmente lhe diz que, até as raposas e as aves do céu, na terra possuem mais bens materiais  do que ele, e que  se ele o seguisse  por algum interesse ou busca de vantagem pessoal,  ele nada tinha para lhe oferecer, e havia  quem lhe poderia oferecer muito mais.

Espiritualmente ele lhe diz que seguisse as raposas, Herodes era uma raposa, como está em Lc 13: 32,  e sendo rei , tinha muito mais a oferecer de bens materiais a seus seguidores, alias era aberto para o famoso “toma lá e da cá”.

Cita também as aves do céu, que espiritualmente são demônios ou o próprio Satanás,  conforme está em MC 4: 4 e 14 e 15. Estes se apossaram dos bens da terra e os podem oferecer a quem quiserem,  até mesmo a Jesus, o Filho do Deus vivo,  conforme Lc 4: 5 e 6. Eles tem mais para dar em bens matérias a seus seguidores do que Jesus.

Portanto quem segue a Jesus o segue pelos bens futuros, pelo reino de Deus, e pela vida eterna, e pelas coisas invisíveis que são eternas,  1Co 4: 16 a 18, e não pelos brilhos desta vida que são perenes,  e duram por um tempo e após se enferrujam ou são consumidos pelas traças ou roubados pelos ladrões conforme Mt 6: 19 e 20.

Se você quer seguir a Jesus não o faça com o coração nas coisas desta vida, como é pregado no evangelho de hoje por muitos, mas nas coisas eternas, pois onde estiver o vosso tesouro ali estará também o vosso coração como diz Mt 6: 21.                    Se o teu tesouro está na terra o teu coração estará apegado a ela e não as coisas do céu.

Ponha o teu coração nas coisas eternas e este será o teu tesouro futuro, e nessa visão vale a pena seguir a Jesus e a nenhum outro.

Pense: “Se só as nossas obras podemos levar para a eternidade, coloquemos o nosso coração nelas, pois elas são o nosso tesouro eterno”.     Nábulus pensador cristão

cláudio pinto pr

 

 

Read Full Post »

A Esp InflSatanás subiu ao céu em meio aos anjos e compareceu diante de Deus.

Deus sabendo de onde ele vinha citou a um único homem, a Jó, como exemplo de fidelidade. Satanás então faz um “desafio a Deus”  pondo em dúvida a palavra que disse sobre Jó,  e isto foi feito diante de todos os anjos que ali estavam e a tudo presenciavam

Deus aceita o desafio diante de todos os anjos e Satanás sai de sua presença para provar a Jó e por as suas teorias em prática  pretendendo assim derrotar  não só a Jó, mas a Deus.

Que tremenda responsabilidade está sobre Jó, que nada sabe, mas  se ele falhar haverá uma grande derrota espiritual no céu, e isso  diante de todos os anjos, colocando Deus o Criador, como falível em sua palavra. Deus se pôs refém de Jó, ou conhece muito a Jó?

Jó não sabia nada do que ocorria no céu, e até pouco sabia do que lhe ocorria na terra ao redor dele, e do porque de todos os acontecimentos terríveis do qual ele era o alvo.

Você crê que Deus pode por a verdade de sua palavra e toda a sua credibilidade,  nas mãos de um homem falível e isso diante de todos os anjos filhos de Deus?

Para entendermos isso melhor, Deus colocou todo o seu plano de salvação nas mãos de um único homem e lhe deu liberdade de ação e de decisão total. Ele podia fazer ou não fazer a sua vontade, mas Deus cria na sua total fidelidade, como ocorreu com Jó .                                                                     E Deus não tinha um plano 2 caso ele falhasse, Jesus era a única opção de redenção da raça humana prevista por Deus e não havia outro.  Sobre Jesus estava toda a responsabilidade de vitória diante dos anjos do céu, sobre um homem Deus descansou seu plano eterno crendo que ele o cumpriria fielmente.  E Jesus foi obediente até a morte e morte de cruz, Fp 2: 8.

Quando Jó derrotou o inimigo pela sua fidelidade a Deus, diante de todos os anjos no céu, ele Quando Jó permaneceu fiel a Deus até o fim, propiciou que no céu os anjos presenciassem  a derrota de Satanás, e a vitória total de Deus, no desafio proposto.  Jó  preconizou o que seria feito em âmbito eterno por Jesus Cristo, diante de todos os anjos e a favor de todos os homens.

Portanto ,sem nada saber sobre você mesmo no reino espiritual, Seja fiel a Deus até o fim.

Pense: “Se não sei quem sou, mas sei quem Deus é, ainda que não confie em mim mesmo, devo confiar plenamente em Deus que tudo sabe.                         Nábulus, pensador cristão.

cláudio pinto pr

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: