Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \31\UTC 2013

Liv prNovamente o assunto são os anjos, essas criaturas misteriosos que tanto fascinam a imaginação do cristão  e qual a sua atuação dentro do evangelho e do novo testamento.

Após ter sido dito que a nenhum dos anjos Deus disse que se assentasse a sua direita e que poria todos os seus inimigos sob seus pés no verso 13, e que isto só foi dito ao Filho, Jesus, vem a revelação de que eles, os anjos, são espíritos ministradores enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?  Seriam os cristãos  hoje?

Como está revelação é encerrada com  um ponto de interrogação, cremos que a pergunta é feita como um questionamento a todos nós  para aquilatar se entendemos essas coisas.

Isso seria devido a ter o ser  humano uma tendência natural voltada a idolatria e assim logo colocaria os anjos como seres celestiais a serem adorados, coisa que além de não ser ensinada  na Bíblia, ainda é contrária a instrução que ali encontramos a respeito do assunto. Em Ap 19: 10 por exemplo é dito por João diante do anjo que lhe fizera tremendas revelações o seguinte:   “E eu lancei-me a seus pés para o adorar; mas ele disse-me: olha não faças tal; sou teu conservo, e de teus irmãos, que tem o testemunho de Jesus: adora a Deus; porque o testemunho de Jesus e o espírito de profecia,  isto em  Ap 19:10.

Esta mesma instrução é novamente confirmada em Ap 22: 9 acrescentando o texto ser o anjo  conservo também dos profetas e dos que guardam as palavras deste livro, confirmando  que só Deus deve ser adorado. Todos os demais são conservos ou símiles (iguais).

Ora os profetas trabalharam a favor dos que receberiam o novo testamento e a salvação através deles, 1Pe 1: 9 a 11, e nós a recebemos e guardamos o testemunho dos profetas. O que nós é revelado que com o advento da graça são os anjos que serão os espíritos ministradores a trabalharem a favor dos que hão de herdar a salvação como está dito em Hb 1: 14 e confirmado em 1Pe 1: 12, ou seja trabalharam a nosso favor, conosco.

Quem é o autor do livro de hebreus?  É alguém com um tremendo conhecimento.

Pense:  “Anjos, profetas e cristãos são mensageiros de Deus, são conservos trabalhando para Deus o Senhor, o qual por isso é o único que deve ser adorado”.  Nábulus, pensador cristão

Anúncios

Read Full Post »

A Q dos anjosO livro de Hebreus pergunta : “E a qual dos anjos disse jamais: assenta-te a minha destra até que ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés?”, Hb 1: 13.  O apóstolo Marcos responde em seu evangelho, que só a Jesus foi dada essa glória, ao relatar:  “Ora o Senhor,  depois de lhes ter falado, foi recebido no céu, e assentou-se a direita de Deus”, isto em Mc 16: 19.

Somente Jesus foi convidado a se assentar a direita de Deus nos céus, isto  após ter sido morto e ter ressuscitado e tendo consumado todas as coisas e ter recebido então todo o poder no céu e na terra,  como declara Jesus em Mt 28: 18.

Evidentemente, grande é o mistério da piedade Aquele que foi manifestado na carne foi justificado em espírito, contemplado por anjos, pregado entre os gentios, crido no mundo, recebido na glória, 1Tm 3: 16.

 

Jesus veio ao mundo aceitando o desafio de, nascendo sem pecado, não pecar e poder assim vencer a morte e o que tinha o seu império, o diabo, conforme Hb 2: 14. Essa tarefa de restaurar o homem, Deus não podia delegar aos anjos, pois estes tinham no anjo Lúcifer seu chefe e lhe eram subalternos hierarquicamente, os quais porém contemplavam a Jesus em sua missão grandiosa de estando na carne vencer uma batalha que acontecia nas regiões celestiais e contra os principados contra as  potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais”, conforme Ef 6:12.

 

Esta vitória que começou na cruz, hoje continua com Jesus assentado a destra de Deus na glória eterna nos céus, até que seus inimigos sejam postos debaixo de seus pés conforme profetizado em Gn 3: 15 e Rm 16: 19 e 20.

 

Jesus está voltando para,  na batalha do Armagedon reconquistar a terra para Deus.

 

Pense: “Mais importante do que se assentar no trono eterno, e ter outorgada toda autoridade e poder, para reinar plenamente nele”.

 

Read Full Post »

Bib bl 180 SH8 VA Bíblia é um livro completo, se você tirar algo dela a desfalca  a ponto de faltarem explicações para muitos de seus mistérios. Muitos dizem que o livro do apocalipse não deveria estar na Bíblia, por exemplo e colocam em dúvida a figura do autor João. Sem esse livro a Bíblia seria como uma bolsa sem seu fecho, ou seja, você não teria segurança alguma nela. Por outro lado, faltando esse livro, isso daria  ocasião para que pessoas  mal intencionadas aplicassem a interpretação que lhe agradasse aos fatos, claro para esses melhor que esse livro não estivesse no contexto bíblico.

A Biblia se explica por si mesma, exige porém que os interessados a pesquisem muito para encontrar a explicação procurada e isto  na forma como diz o profeta Isaias em Is 28: 10 a 13.

Há livros na Bíblia que são para doutrinar embora façam parte do contexto de esclarecimento, há outros porém que são fundamentais para instruir sobre o próprio texto e história da Bíblia no seu sentido espiritual.

Nesses exemplos situamos os livros como o de Hebreus, de Romanos, como expoentes para o entendimento e conhecimento das coisas citadas em toda a Bíblia, embora como dissemos, todos os livros são importantes para o discernimento geral.

Estamos examinando o livro de hebreus, e sabemos que pouca gente vai se interessar pelo assunto, pois temos consciência que nos dias de hoje,  poucos tem o dom de serem atraídos pela palavra de Deus e tem interesse pelos seus mistérios. Jesus previu isso em Lc 18: 8b ao dizer: “Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra? Essa pergunta ficou no ar e aparentemente sem resposta até hoje.

Esclarecemos porém, que a resposta está em Rm 10: 17 que diz: “a fé vem pelo ouvir e o ouvir pela palavra de Deus”, e isso nos leva a conclusão que no final dos tempos, nestes dias,  poucos se interessariam pela palavra do Senhor, como está ocorrendo hoje, e faltaria há verdadeira fé alicerçada na palavra de Deus, como perguntou ou redarguiu Jesus.

O livro de Romanos escrito pelo apostolo Paulo é fantástico para esclarecer, e o livro de hebreus e seu desconhecido autor incrível no conhecimento, digo isso para os poucos, como você,  que se interessam por isso, infelizmente. Não desista da fé, nem de ler a Bíblia, confronte tudo o que ouvir com seu texto,  persevere, porque assim fazendo salvarás tanto a ti mesmo, quanto aos que te ouvem, conforme 1Tm 4: 16.

Pense: “De maneira nenhuma, sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso; como está escrito: para que sejas justificado em tuas palavras, e venças quando fores julgado”. Apóstolo Paulo em Rm 3: 4

Read Full Post »

Hb 1: 2 – O herdeiro

O HerdHb 1: 2 diz: – “A quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo”.

Um dia um homem encontrou com Jesus na rua e diante de tão grande  oportunidade apenas lhe pediu: “Mestre, dize a meu irmão que divida comigo a herança” Lc12: 13.  Aproveitou uma rara ocasião que poucos tiveram, para pedir algo que qualquer homem podia fazer por ele. Jesus lhe responde: “homem, quem me pôs a mim como juiz ou repartidor entre vós?” Lc 12: 14. O Homem confundiu Jesus, o herdeiro de todas as coisas, com um mero conciliador de um  tribunal de pequenas causas.

Ora, Jesus não veio dividir bens materiais entre os homens,  mas como herdeiro divino,  dividir heranças eternas com eles, até mesmo seu trono,  conforme  Ap 3: 21, 20: 6 e 22: 5. O mal é que os homens buscam a Jesus somente nas coisas desta vida se mostrando miseráveis espiritualmente diante dele conforme afirma o apóstolo Paulo em 1Co 15: 19.

Veja que Jesus,  após derrotar a morte o mundo e o maligno, e ressuscitar glorioso, ao invés de proceder como Lucifer em Is 14: 13 e 14, e querer ser igual a Deus, se assentando no trono dEle, ao contrário, se humilha diante do Pai se sujeitando a Ele conforme relata 1Co 15:28.

Em Lc 24: 14, os ímpios queriam matar  o filho herdeiro para ficarem com a herança do Senhor da vinha, já o filho herdeiro quer que todos tenhamos vida e herdemos juntamente com ele conforme Rm 4: 13, Gl 3: 29, Tt 3: 7, Tg 2: 5. Quer dividir conosco heranças eternas como já dito.

Jesus o herdeiro de todas as coisas se tornou juiz Jo 5: 22, e galardoador de todos Ap 22: 12,  e quer que todos reinem com Ele, ainda que tenham que como Ele passar por muitas aflições e tribulações conforme At 14: 22 e Rm 8: 17.

Jesus, o Filho de Deus,  é o herdeiro de todas as coisas e os que nele esperam e vencem, se tornaram herdeiros com Ele, reinarão com Ele Ap 22: 5, e onde Ele estiver estarão também,  1Ts 4: 18.

Cláudio Pinto Pr

Pense: “Insensato é o que deixa no caminho  uma herança eterna, se apegando a  uma herança temporal que nunca poderá levar”.           Nábulus, pensador cristão.

Read Full Post »

ÁtomoNos não conhecemos o autor do livro de hebreus, mas ele seja quem for conhecia a Bíblia sobejamente e era entendido mesmo em escatologia como veremos aqui.

No verso 10 o autor confirma conhecer o Deus bíblico como o Deus Único,  Criador de todas as coisas e que Ele fundou a terra no princípio e que os céus são obra de suas mãos.

Escatologicamente conhecia o futuro reservado ao planeta terra, sabia que os céus são um revestimento da terra e que ele passaria como disse Jesus em Mt 24: 35, se envelhecendo  como envelhece a roupa devido a seu uso.

O profeta Isaias disse em seu livro o seguinte: “E todo o exército do céus se gastará e os céus se enrolarão como um livro: e todo o seu exército cairá como cai a folha da vide, e como cai o figo da figueira”,  Is 34: 4. O apóstolo Pedro confirma essa visão dizendo: “Mas o céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como um tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios”, e continua; “Mas o dia do Senhor vira como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos ardendo se desfarão, e a terra e as obras que nela há, se queimarão”,  2Pe 3: 7 e 10, 12.

No verso 11 alerta perguntando: “Havendo pois,  de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato e piedade”.

Pedro confirma o autor de Hebreus ao dizer que nós,  segundo as suas promessas, aguardamos  novos céus e nova terra, em que habita a justiça”, 2Pe 3: 13. E conclama no verso 14 a nós que somos cristãos, que sejamos achados imaculados e irrepreensíveis e em paz.

Aos que diante de todas estas citações ainda não creem, que isto possa ser um dia uma realidade,  citamos João que diz: “E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe”,  Ap 21: 1.

O autor do livro de hebreus sabia todas essas coisas e com elas hoje nos abençoa.

Pense: “Conhecer o futuro desde o passado, permite que no tempo presente você prepare o seu futuro”.   Nábulus, pensador cristão.

Read Full Post »

A MORAL DIVINA

A moral bl 180A Bíblia é um livro onde Deus revela o seu caráter moral a sua criação humana.                                                   Este caráter está ligado a preceitos que o Criador expõe durante todo o texto bíblico e que propõe seja seguido por todos aqueles que o temem. A moral bíblica  a difere de todos os demais livros já escritos abordando o tema por estar atrelada a propósitos divinos para a restauração do homem e não apenas por questões éticas e de convivência e ordem social.                                                                                                                                        Deus quer salvar o homem e para isso precisa transformá-lo moralmente em seu caráter para poder voltar à plena comunhão e harmonia com ele. É preciso sintonia, ética, e identidade de caráter  para que Isso se torne viável,  só sendo possível na verdade através de Jesus Cristo e seus ensinamentos absolutamente coerentes com o contexto de toda a Bíblia e com a personalidade moral de Deus.

A base para uma humanidade reta e uma sociedade sólida é a moral. Deus permitiu que  Roma,  fosse o  mais poderoso reino que o mundo Já conheceu, embora fosse estruturalmente de ferro, e tido como aparentemente invencível, implodiu sobre seus próprios pés, pois, moralmente eram de ferro (poder) e de barro (imoralidade).  A opulência da soberba humana dos Líderes em contraposição  a pequenez moral que possuíam e praticavam, tornaram Roma vulnerável e a sua sustentação corroída e frágil.                                                                                                                                                                                                        Roma entrou para a história como sendo a nação protótipo do sistema ateu e mundano, onde os valores estão sempre destorcidos a começar dos espirituais até chegar aos morais que permitiam os mais baixos procedimentos. Falar em Roma e falar em orgias, bacanais, idolatrias, comilâncias e bebedices, além de reportar a força e a violência sem limites. Em ligação ao mundo Roma é a cidade eterna.

Como a história se repete, lembramos que uma nação por mais poderosa que seja,  será consumida ou carcomida de dentro para fora ao se deteriorar pela imoralidade e pela corrupção, isto  se viver nelas continuadamente. A corrupção é como um câncer e a imoralidade é como um campo fértil e propício para que essa terrível moléstia se desenvolva avassaladoramente.

Pense:   “O câncer é para o corpo físico, o que a corrupção é a para a sociedade. Nábulus, pensador cristão.

 

Read Full Post »

Liv prSe Deus criou a todos os anjos uma um, e se os anjos são tidos por isso como Filhos de Deus em Jó 1: 6 e 2: 1, porque a nenhum deles nunca foi dito “Eu hoje te gerei”?

Jesus é chamado de o unigênito Filho de Deus em Jo 3: 16. Unigênito significa: o único a ser gerado da mesma essência e natureza do  genitor. O unigênito não é alguém criado, mas é alguém  gerado pelo Pai, é parte dEle, Jo 10: 30.  Por isso a nenhum dos anjos Deus disse: Tu és meu Filho, hoje te gerei”.    Eles foram criados e não gerados pelo Criador.

Somente Jesus pode  ser declarado legitimamente como Filho de Deus, e somente Jesus declarou a Deus como seu Pai,  o tratando sempre desta forma entre nós, como em  Jo 14: 9.

Adão em Lc 3: 38, também é revelado como Filho de Deus, porém, era um ser criado por Deus  a sua imagem e semelhança e não gerado por Ele. Homens e anjos são criaturas de Deus.

Portanto na condição de gerado por Deus como Filho deve ser adorado por toda a criação de Deus como está dito no verso 6 de Hb 1. Deus deve ser adorado.

Sobre os anjos Deus declara que deles faz ventos, ou seja,  os movendo de um lado a outro como lhe aprouver, são os emissários de Deus a seu serviço e Deus reina soberanamente sobre eles, conforme Hb 2: 7. Anjos são servos de Deus como o deviam ser os homens.

Mas de Jesus Cristo o Filho diz: “O teu trono subsiste pelo séculos dos séculos, cetro de equidade é o cetro de teu reino”, conforme  Hb 1: 8. Sobre Jesus Deus revela ser Ele o herdeiro do trono e do reino eterno anunciado pela interpretação de Dn 2: 44. Jesus é a pedra revelada a Pedro em Mt 16: 18, e revelada por Pedro em 1Pe 2: 6.

Tudo porque Jesus amou a justiça e a buscou conforme recomenda em Mt 6: 33,  aborreceu a iniquidade como declarou em Mt 7: 23. Por isso sua unção foi com óleo de alegria mais do que a seus companheiros, foi gerado e era cheio do Espírito Santo de Deus.

Pense:  “Deus gerou um Filho na forma de homem na terra, para que Ele gerasse na terra homens na forma de Filhos de Deus para os céus.  Nábulus, pensador cristão.

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: