Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \28\UTC 2012

Image

 

Dn 9: 27 diz: “E ele firmará um conserto com muitos por uma semana: e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; e sobre a asa das abominações virá o assolador”, e isto até a consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador”. “Ele  virá conforme a eficácia de Satanás diz 2Ts 2: 8, e com todo poder de sinais e prodígios de mentira para enganar os que o esperam e o amam, pois é aliado do pai da mentira de Jo 8:44. 

O apóstolo não se detém muito em falar sobre as astúcias desse personagem, após falar de seu início,  já parte para seu fim, que ocorrerá pelo assopro da boca de Jesus Cristo e pelo esplendor de sua vinda.  Ele trará sob suas asas a chamada operação do erro, que Deus permitirá para premiar com ela a seus amantes, e eles que rejeitaram a verdade certamente crerão cegamente na mentira.

Ele será um laço para os descrentes e trará todo o engano da injustiça aos que perecem, estes serão o seu alvo, veja que nesse tempo nada é citado sobre a presença de crentes no mundo. Eles são livrados da ira vindoura?

Fala somente dos que não receberam a Jesus, rejeitando o amor da verdade para  por ele poderem se salvar, ou seja, pelo amor de Cristo, conforme o verso 10.

Jesus disse: “Quando pois, virdes a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo: quem lê atenda”  Mt 24: 15.

Este será o tempo chamado de a grande tribulação, de Mt 24: 21, tempos terríveis e de aflição como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tão pouco há de haver.  Jesus nos livra da ira vindoura conforme 1Ts 1: 10.

 

Cláudio Pinto

    

           

Anúncios

Read Full Post »

O homem levou muitos anos para chegar à tecnologia e aos computadores, e ao fazê-lo descobriu que a forma mais adequada para seu gerenciamento era o sistema binário. Tudo baseado em dois números, zero ou um. Esse sistema é o que permite o modo mais simples de operação com duas possibilidades, a chamada tentativa e erro, o sim e não.

Incrível, mas desde que me conheço por gente, a Câmara municipal de São Paulo  funciona utilizando o chamado “sistema binário”. A diferença é que não usam os dígitos zero e um, que simplificam tudo, mas usam sempre duas alternativas repetidamente com esse mesmo objetivo.

Para qualquer tipo de proposta que tenha que examinar a solução aplicada é sempre de duas opções: 1 (alternativa zero) – proibir, 2 (alternativa um) – cobrar, ou vice e versa.

É incrível como se consegue trazer os problemas mais críticos para duas soluções tão simples, como proibir ou taxar. Ou se proíbe ou se taxa até mesmo para permitir, em último caso usa-se uma mescla dos dois fatores, se taxa e se proíbe, ou se proíbe, mas se permite fazer se for  paga uma taxa.

No trânsito se proíbe final de placas, para assalto a bancos, se proíbe celular, para resgate em presídio se proíbe o helicóptero, para assaltos se proíbe dois na moto, para prédios se proíbe altura, se pagar taxa se pode construir, estacionar, etc, etc.

Meus parabéns a Câmara Municipal que se antecipou tanto, mostrando com muitos anos de antecedência a forma super moderna e tecnológica, o sistema binário:

0 =“proibir ou 1 = taxar”, aplicado a todo e qualquer problema.  (Lc 3: 12 a 14)

Cláudio Pinto   

 

Read Full Post »

O apóstolo João disse que temos na terra dois espíritos: o espírito da verdade e o espírito do erro, isto em 1Jo 4: 6. Hoje ambos estão em nosso meio, até que o espírito da verdade seja retirado.

O espírito do erro permanecerá para que se efetive a operação do erro, conforme 2Ts 2: 11, para que os que tem prazer na mentira sejam totalmente envolvidos por ela. A quem ama a mentira deve ser dado o direito de recebê-la e de viver nela e conhecer suas conseqüências. O mundo ama a mentira e despreza a verdade, e como Pilatos perguntam: o que é a verdade? Porém, virá o tempo em que essa linha divisória ficará bem nítida entre todos os que habitam o planeta.

Jesus é a verdade de Jo 14: 6, e seu espírito é da verdade, estarão ausentes da terra pelo arrebatamento de sua igreja que era seu corpo e seu espírito entre nós. O caminho estará aberto e livre para que o espírito do erro se instale e inicie suas ações, e o fará através da operação do erro conforme esta narrado em 2Ts2: 11.

Está operação permitirá que se faça o divisor de águas entre os que amam a verdade e os que amam a mentira e que se possa fazer o justo juízo sobre os que pelo engano se revelaram amantes da iniqüidade como está no verso 12: “Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade”. A operação do erro permitirá que o homem que sempre amou a mentira seja enganado por ela e creia no pai da mentira, o anticristo.

Claudio Pinto Pr


Read Full Post »

Um dia um certo dono de supermercado foi seqüestrado por bandidos e toda a sociedade se comoveu e torceu para que ele fosse solto sem maiores problemas.

Essa sociedade que se sensibilizou com a sorte do empresário, jamais poderia imaginar que após passar por tão traumática e constrangedora experiência e sofrer todas as suas comoções, e ver a população reagindo a seu favor com orações e suplicas, que o mesmo trancasse seu coração e tomasse a inusitada atitude de se mancomunar com outros iguais, e passar a sonegar “sacolinhas de sete centavos”  a seus fieis e sofridos fregueses. Aliou-se aos maus para fazer o mal, pagou com o mal o bem que recebeu da sociedade.Foi só ele?E os outros? Ora, são estrangeiros.

Após tão brilhante carreira empresarial, entrará para a história como um dos ricos mais sovinas da nação e terá sua vida marcada por essa atitude inexplicável.

Será que a economia proporcionada pela extinção das famigeradas “sacolinhas”, sob o pretexto fútil de ecologia  e salvação do planeta, vale o custo de ter seu caráter tão  depreciado e ser visto como tendo  uma mente tacanha aos olhos de todos, correndo o risco de entrar para a história com uma imagem tão danificada ao ser considerado como inimigo público, isso compensa?

Alguém que já foi visto como um herói das pistas de corridas, e era olhado com admiração por todos, ao contrário do Bill Gates, milionário  que se tornou um doador,  joga todo esse investimento fora para se associar com os que só pensam no ganho fácil. Torcemos para que ele repense sua atitude e mesmo sendo alguém menos rico, seja visto porém, com muito mais dignidade.

Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber diz At 20: 35b.

 

Cláudio pinto

Read Full Post »

O servo inútil

Você é um servo de Deus, busca claro, fazer sempre o melhor,  mas sem querer te ofender, você já meditou alguma vez para saber se não é um “servo inútil”?

Claro que ninguém quer ser no reino um servo inútil, mesmo aquele que nada quer fazer na obra terá sempre as suas justificativas para isso. Afinal fomos chamados para servir, e queremos nos sair bem como  despenseiros da graça.

Todos almejam ser os servos bons e fieis, que entram na posse do melhor, como está em Mt.25: 23, Lc 19: 17, deixando sempre há outros a condição de mau servo, isso é natural no ser humano. Todos almejam o melhor para si.

Pois eu digo que almejo a condição de ser um dia um “servo inútil”, sonho com isso, e espero chegar a tão grande posição segundo meu entendimento.

Se atentarmos bem para o texto de Lc 17: 11 veremos que está   escrito: “quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos “servos inúteis”, pois fizemos somente o que devíamos fazer”.

Veja que o servo inútil é aquele que “fez tudo” o que o Senhor lhe ordenou, por isso está nessa condição favorável, se nós tivéssemos “feito tudo” o que nós foi mandado, também teríamos alcançado esse galardão de ser um “servo inútil”. Após, seria só o   acrescentar algo mais ao que nos foi mandado fazer, seria o exceder, o andar a segunda milha, o dar também a capa ao que só pede o vestido, de Mt 5: 40 e 41.

E você já fez tudo o que o teu Senhor ordenou, já és um “servo inútil”?

Se já fez, parabéns, se ainda não fez, não se ofenda com o título, antes, parta para a luta com o objetivo de ao menos tentar fazer tudo o que lhe foi ordenado.

Quanto a mim, sou perseverante e creio e sonho que ainda chego lá em Lc 17: 11!

Cláudio Pinto

Read Full Post »

Read Full Post »

A alguns anos atrás se anunciou no Brasil, que os supermercados de alguns paises da Europa decidiram cobrar pelo uso de sacolinhas de compras. Imediatamente os donos de supermercados nacionais se excitaram se tornando ecologistas  convictos pautando pela priorização da preservação da natureza. Afinal, natureza também é dinheiro, e ecologia é um tema de interesse geral.

A possibilidade de cobrança acendeu neles a cobiça pelo ganho fácil de forma irreversível, era só elaborar como fazer o fato parecer algo simpático. Logo os gênios apareceram para criar e viabilizar essa atitude como favorável e louvável. Nada os deteve, embora já cobrassem pelas sacolinhas plásticas embutindo seu preço no pacote total de vendas, pois em comércio é dito: “não existe almoço gratiz”, foram fundo, efetivando a ação e contaram com o apoio de autoridades eleitas para defenderem o interesse do povo, mas que caíram no encanto de tão grande e virtuoso propósito de preservação ecológica.

No dia do aniversário da cidade ela recebeu esse presente de grego, e de imediato estavam a venda e sem nenhum desconto nas compras as “sacolitas ecológicas”, pela qual cobrariam R$0,19, que por nunca terem troco de um centavo, sairia a R$0,20, afinal, que é um centavo? A mesma porém, pode ser encontrada até por R$0,25 cada em alguns supermercados. RSSSS!!!!!

Com tal atitude, antipática e impopular, o prefeito que deveria lutar para encher a sacola do povo, deixou o povo sem sacola, ou melhor, com a “sacola cheia” e com as compras na mão. Em contra partida, a natureza está agora “quase salva”!

 

Cláudio Pinto

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: