Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \30\UTC 2012

A aparência de Jesus II

A beleza de Jesus

Por ser o Filho unigênito de Deus, Jesus deveria ser um homem com um rosto bonito, com olhos claros ou verdes, cabelos sedosos e uma  aparência cativante?
Se assim fosse Jesus atrairia pessoas pela sua beleza física ou pela beleza da sua mensagem? A mensagem de Jesus era de salvação e não de sedução.
É interessante como algumas pessoas belas, mesmo sem nenhum conteúdo interior são transformadas em ícones da sociedade por serem atores, artistas, atletas, etc. Muitas vezes são tão vazios que preenchem está lacuna com o uso de drogas morrendo ainda muito jovens. A mensagem que deixaram e valorizada muito mais pelo visual que tinham do que pela  essência do que expressavam. Hoje na tv vemos uma grande quantidade de pessoas belas no vídeo, mas sem nenhuma substância que possa ser agregada a seus adeptos como edificação, orientação ou sabedoria, são tão belas, quanto são vazias.
Se Jesus atrai-se discípulos ou seguidores pela sua aparência física como ocorreu com Saul, 1Sm 9: 2 e Absalão, 2Sm 14: 25, seria eficiente a sua mensagem? As mulheres o seguiriam por estarem apaixonadas por Ele, e os homens o ouviriam por inveja, ciúmes, ou por querer tirar alguma vantagem desse relacionamento.
Jesus foi o mais belo de todos os homens que pisou neste planeta, não pela excelência da sua aparência física, mas pela exuberante beleza de sua mensagem, ao abrir a boca Ele atraia todos a Ele, de seu coração jorravam sabedoria, conhecimento e graça, Ele atraia pela beleza espiritual e não pela aparência física.
Jesus devia ter proporções físicas perfeitas, pois foi gerado unigênito por aquele que é perfeito em perfeições, mas sua beleza não era para ser vista, antes entendida, sorvida, inalada. Jesus e o pai eram um conforme Jo 10:30, e aquele que nunca nós mostrou seu rosto certamente o fez com perfeição estrutural.

Cláudio Pinto

Anúncios

Read Full Post »

Jesus não tinha beleza?
Muito se comenta sobre a aparência física de Jesus, e muitas vezes ouvi pregadores e autores afirmarem que ele era um homem sem aparência ou nenhum atrativo e nenhuma beleza, isso baseado no texto de Is 53: 2,que diz:  “Porque foi subindo como renovo perante ele, e como a raiz duma terra seca; não tinha parecer nem formosura;e, olhando nós para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos.
Cremos que Jesus não dependia da beleza física para cumprir seu ministério de salvar os homens, como ocorre entre nós hoje, onde os mais belos,levam grande vantagem e sempre largam na frente sobre os de menor beleza, isso independente de sua qualidade moral ou intelectual. Existe até um dito popular que diz, “O que vale mesmo é a primeira impressão”, essa filosofia dá a beleza muita vantagem.
Este é um grande engano que acatamos, na verdade Isaias se refere nesse texto ao momento do martírio de Jesus, onde ele estava escarnecido, sangrando, escarrado, coroado de espinhos, chicoteado, e agredido a pauladas, e por isso tinha essa  aparência repugnante. Jesus podia não ser de uma beleza física estonteante, mas não cremos que não tivesse um rosto perfeito em equilíbrio, podia não atrair pela beleza, mas não cremos que ele fosse normalmente repulsivo, de forma alguma.
A prova disso está no mesmo livro em Is 52: 14, quando fala da aparição, dores e glória do Messias dizendo: Como pasmaram muitos à vista dele, pois o seu parecer “estava tão desfigurado” mais do que o de outro qualquer, e a sua figura mais do que a de outros filhos dos homens”. Fora essa passagem nada é dito sobre a fisionomia de Jesus, que cremos era no mínimo semelhante a dos demais homens.

Cláudio Pinto

Read Full Post »

A micro evolução é aquela que ocorre adaptando um ser a sobreviver em condições ambientais mutáveis, mudando de cor, de pele, de tamanho, formato de bico, de garras, etc. Esse fato por ser visto em diversos exemplos na natureza. São elas chamadas de micromudanças, que preservam a espécie sem criar novos tipos.
A macroevolução é aquela que diz que todos os animais descendem de um ancestral comum, ou seja uma criatura unicelular, e isso sem nenhuma intervenção inteligente, através da chamada “seleção natural”,ou seja,  por um processo cego, sem Deus.
Ela pressupõe que uma espécie evolui de um unicelular até se transformar em seres complexos e no processo dando origem a outras espécies, através da chamada seleção natural.
Uma bactéria ao ser atacada por um antibiótico, sobrevivendo a ele, dará origem a outras bactérias também resistentes aquele antibiótico, e isso é visto como uma evolução da bactéria. Na verdade, ela se adaptou, e continuou sendo uma bactéria não deu origem a um novo organismo ou a outra espécie no que se chamaria de macroevolução.
Por outro lado, seleção,  pressupõe uma inteligência atuando, e não a natureza cega, nela os animais se adaptam e os mais aptos sobrevivem, mas nunca se viu a seleção natural criando um nova espécie na história dos seres vivos.
A microevolução é usada como prova para a teoria da evolução das espécies, porém a microevolução é visível e a macroevolução é invisível, ou seja, nunca se viu. O fato de uma existir visivelmente não pode ser usada  como prova de ocorrência da outra.  (Is 40: 28 e 1Pe 4: 19)

Base no livro “Não tenho fé suficiente para ser um ateu”, Norman Geisler/Frank Turek                                                                                      Cláudio pinto

Read Full Post »

Concluir é uma conquista

Quem pode correr e não o faz, não deve criticar os perdedores nem aplaudir o vencedor.  Imagine se Jesus tivesse abandonado a carreira e não nos amado até o fim como está em Jo 13: 1, o que seria de nós? Mas Ele nos confirmará até o fim, para que sejamos irrepreensíveis no dia de nosso Senhor Jesus Cristo conforme 1Co 1: 8.
Não basta competir, temos que perseverar para chegar ao fim da prova para completa certeza da esperança, conforme Hb 3: 6, 14, e 6: 12.
Completar a carreira é que traz o galardão e nos reserva a coroa da justiça de 2Tm 4: 7, 8,  é preciso vencer, e vencer é chegar ao fim, pois corremos juntos uns pelos outros e não um contra os outros, temos todos que correr como quem quer alcançar o primeiro, pois assim todos seremos vencedores ao final, como diz 1Co 9: 22 a 24, todos estaremos no podium eterno, e todos teremos poder sobre as nações como revela Jesus em Ap 2: 26, o prêmio é chegar ao fim.
Muitos são os que ficam no meio do caminho, com justificativas como contusões, falta de fôlego, etc., porém os que não chegam por desanimar e se abater diante da impossibilidade de vencer, se abstendo da luta, este é indigno dos louros da vitória, pois o chegar ao fim já é uma grande conquista, visto que o último chega na frente de todos os que não correram.
Se você entrou nessa carreira, persevere, não desista, a coroa te espera ao final. Ao ultrapassar um concorrente diga a ele, ânimo companheiro, complete a carreira!
Quanto a você, conclua o que você se propõe hoje a começar. 2Tm 4:7, 8.

Cláudio Pinto Pr

Read Full Post »

Começar é um desafio
Todos prometemos muitas coisas a cada início de ano, mas no meio do caminho em meio as agruras desanimamos e desistimos. É fácil iniciar uma caminhada, é só dar o primeiro passo, o difícil e permanecer nela. É fácil deixar de fumar, difícil é abandonar o vício, muitos fazem regime, poucos são os que chegam ao final dele, muitos são os que começam muitas coisas, poucos são os que as terminam.
O percurso é que prova a perseverança, quando surgem as pedras, os tropeços, os empecilhos, as dificuldades, os perigos, o calor causticante do dia, as tempestades, o frio intenso, a fome, as ameaças, muitos se abatem, e combalidos vão caindo para as encostas do caminho, ou saindo pelos desvios e atalhos, como diz o ditado: “É fácil andar com Jesus no peito, mas difícil ter peito para andar com Jesus”.
Jesus iniciou a sua caminhada e nunca voltou atrás, mesmo sabendo que no fim do caminho lhe esperavam os cravos e uma cruz. Nem o tremor, nem a fraqueza da carne, nem o suor feito em sangue, nem o escárnio, nem as ameaças, nem a tortura, nem a dor, o demoveram de chegar até o fim. Jesus sabia que no fim estava o princípio de todas as coisas, e que onde a vida se encerrava, ali é que ela verdadeiramente começava. A vida cristã é uma carreira na qual o vencedor é aquele que perseverar até o fim, como está em Mt 10:22 – 24: 13, e Mc 13: 13, o importante é não desistir em meio ao trajeto ainda que a perseguição, o ódio, a ira nos envolva. Comece algo novo hoje e persevere nisto, sabendo que você tem até o fim do ano para planejar em como permanecer nele até o fim. Hb 3: 6 e 14.

Cláudio Pinto

Read Full Post »

Homens ou……

A corrupção e a razão

O que é a vida se passamos por ela sem nenhuma visão, sem nenhuma missão, e sem verdadeiros valores, ou os tendo a visão é turbada, a  missão não é benigna, e os valores não são morais e desprovidos de nobreza.
Como justificar a vida se o nosso modelo cívico é semelhante ao dos abutres que  chegam alvoroçando todos os outros animais, os agitando e perturbando, a ponto de abandonarem a carcaça por já conhecerem o seu proceder, se o nossa sociabilidade e como  a da Hiena, que gargalhando e capaz de com uma mordida cortar até os ossos do desafeto ou competidor, ou se nossa amabilidade é como a do urso, cujo abraço quebra a coluna vertebral e cujas garras dilaceraram a carne. Como sendo racional se pode passar pela vida pensando e agindo como sendo um  irracional sem nenhum senso de  compartilhamento e fraternidade. Pv 16:8
Como disputar uma fêmea como o fazem os elefantes cujo hormônio e tão agressivo e exacerbado, que os leva a se degladiarem se dilacerando até a morte, pelo direito de perpetuar a espécie mantendo nelas o seu dna, cuja principal qualidade e de as tornar semelhantes a eles mesmos.
Como viver fazendo da insensibilidade a sua riqueza, da crueldade o seu equilíbrio e da parcialidade a sua justiça, agindo como bando que para sobreviver depreda e  para prevalecer se une corporativamente. Pv 16: 16
Os animais assim agem por serem irracionais, são amorais por natureza, mas o corrupto é racional, mas usa de forma insensata toda a sua sabedoria como se fosse uma besta fera, jamais deixa a carcaça e nunca abandona a carniça.
Onde estiver à putrefação ali estará também o grande dragão de Comodo, cuja saliva e tão abundante quanto contaminada, repugnante e mortal.  Is 1: 23.

Nábulus, pensador cristão

Read Full Post »

O valor de um presente

Para quem está acostumado a receber presentes, eles têm que ser cada vez melhores, e seu significado está ligado a abastança e a seu valor financeiro, um ipod, um ifone, um tablete, um computador, uma moto, um jet eski, um carro, etc. servem como justa recompensa pelo sucesso alcançado.
Para quem por diversos motivos, nunca recebeu presentes e se acostumou a isso, o seu valor é muito mais ligado a  amizade, a lembrança aos sentimentos. Pode-se guardar um presente sem nenhum valor aparente por toda uma vida pelo seu significado pessoal. Há coisas cujo espírito tem muito mais valor que  seu preço, e outras que o dinheiro não pode comprar. Há pobres que só podem dar o que tem, e há pessoas pobres, mas tão pobres,  que o único bem que possuem é o dinheiro.
Neste final de ano tive uma experiência formidável, tenho um único neto, e ele sempre me pede para lhe fazer desenhos, etc. Sabendo que a sua mãe, minha filha, não tinha condição de me dar um presente, o que para mim não faz a mínima diferença, pois faço parte do grupo dos desacostumados a receber, ele resolveu agir por conta própria.
Assim, tomou um de seus carrinhos, na caso uma Ferrarri vermelha boxer de 12cm de tamanho, a embrulhou em papel de presente, etiquetou e colocou na árvore de natal. Disse a minha filha que eu não podia ficar sem um presente!
Ele me deu algo que para ele era de muito valor, era um de seus bens favoritos, pois ele não tem outro igual.  Este é um presente que vou guardar por toda a minha vida, pois seu valor para mim e inestimável e seu significado não tem preço.

Cláudio Pinto

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: